ARQUIVO
Notícias
 

Profissionais da dobragem e da locução organizam-se
há +520 semanas

Os atrasos e os prazos de pagamentos cada vez maiores, os acordos ilegais de cedências de direitos conexos, a quantidade absurda de vozes por actor numa mesma produção de dobragem, a chantagem sobre os profissionais e os salários são situações que devem e podem ser travadas com a união do sector. Foi por isso que o CENA realizou uma reunião aberta a todos os profissionais das áreas da dobragem e da locução no dia 29 de Janeiro.

Estiveram presentes colegas mais antigos e outros mais novos, com actividades em locução, séries televisivas, documentários, canção e direção de dobragem. A troca de experiências entre os profissionais para conhecerem as várias realidades e práticas existentes de trabalho é fundamental para que esta união se consolide gerando repercussões concretas.

O primeiro passo para contrariar esta tendência é estabelecer normas para o trabalho e tabelas salariais nas dobragens, a exemplo do que acontece já na locução. A existência de tabelas para os locutores e para os técnicos de cinema e publicidade foi fundamental na criação de referências para as produtoras fazerem os seus orçamentos, e permitiu aos profissionais usarem as mesmas obtendo remunerações decentes, alarguemos a experiência aos outros sectores.

O CENA quer alargar esta discussão ao resto do país e ajudar todos os trabalhadores que queiram organizar os seus ramos profissionais, fornecendo todo o apoio necessário ao nível jurídico, de comunicação e de representação.

Nos sectores da dobragem e da locução há realidades muito heterogéneas, por isso, a consolidação deste trabalho leverá certamente o seu tempo, podendo haver entendimentos diferentes sobre os rumos a tomar, mas é o começo de um processo de organização e de discussão exemplar para todos os outros sectores artísticos.

Nota: Se quiser juntar-se e ter mais informações sobre este grupo de trabalho contacte-nos através de mail@cenasindicato.org .