ARQUIVO
Notícias
 

CENA, Manifesto em Defesa da Cultura e STE recebidos pelo gabinete do SEC
há 324 semanas

O Manifesto em Defesa da Cultura convocou um protesto com o mote "Contra o ataque à Cultura! Em defesa dos apoios às Artes! Demissão já!". Estas concentrações tiveram lugar no Palácio da Ajuda e nas direcções regionais de Cultura de todo o país.

Como consequência da acção o gabinete do Secretário de Estado da Cultura decidiu receber representantes do Manifesto, que gentilmente levou na delegação os representantes presentes dos dois sindicatos do sector, o CENA e o STE.

Nesta audição foram expostos alguns dos principais problemas que vivem as estruturas e os profissionais da Cultura e das Artes com especial referências para os recentes resultados dos concursos de apoio às Artes e para a necessidade imediata de se alterar o caminho de destruição de todo o tecido cultural português. Esta alteração de políticas só pode ser alcançada com a demissão deste executivo governativo, pois já deu mostras de ser intransigente no seu caminho e por isso cego ao caos que tem criado à sua volta na Cultura e em todo o país.

O Manifesto reafirmou a sua exigência de ver 1% do Orçamento de Estado atribuído à Cultura e os sindicatos explicaram como estão os cortes e os vínculos laborais precários e ilegais a degradar a vida dos profissionais do sector e a hipotecar-lhes o futuro profissional na área que escolheram. Da parte do gabinete do SEC ficou apenas o registo das nossas preocupações e opiniões sem haver lugar a respostas concretas.

São tempo difíceis estes que vivemos, é certo, mas ainda mais certo é que é exactamente nestas alturas que a união, organização e entre-ajuda são ainda mais essenciais. Que todos e todas mantenhamos e reforcemos as nossas forças para passarmos da sobrevivência à criação e fruição das Artes sem constrangimentos financeiros e burocráticos. Para isso é preciso um governo que cumpra o seu dever constitucional de apoio e divulgação cultural.