ARQUIVO
Notícias
 

NOVEMBRO DO CENA-STE: em claro crescimento
há +92 semanas

As várias acções e intervenções que temos desenvolvido, têm contribuído para acelerar o processo de evolução e transformação do CENA-STE. O mês de Novembro comprova a vitalidade crescente da organização e faz antever um ano de 2018 de forte afirmação das várias lutas já iniciadas pelos trabalhadores ou que estão prestes a iniciar-se.

 

Nas ruas e nos locais de trabalho

O crescimento do CENA-STE teve a sua face mais visível no dia 18 de Novembro, na Manifestação Nacional da CGTP-IN. Foram mais de 100, os trabalhadores das diferentes áreas do sector que marcaram a sua presença na nossa coluna.

Mas não podemos deixar de destacar a forte participação dos trabalhadores do OPART,E.P.E. - que engloba o Teatro Nacional de São Carlos e a Companhia Nacional de Bailado - que deu assim continuidade ao Plenário do dia 9, onde contámos com 200 trabalhadores da empresa e onde foi aprovado por unanimidade o Caderno Reivindicativo que, no dia 20, foi já apresentado ao Conselho de Administração.


 

Pôr todo o país a mexer

E o crescimento é nacional. No dia 6, em Coimbra, realizámos um Plenário aberto a todos os trabalhadores, onde 20 trabalhadores da região demonstraram vontade de dinamizar acções na Região Centro.

 

No Porto, no dia 30, o Plenário no Teatro Nacional São João, contou com 30 trabalhadores e foi de extrema importância para começar a estruturar a intervenção naquele local. Os horários desregulados, a alteração de conteúdos funcionais e os salários congelados há demasiado tempo, serão parte principal das reivindicações em 2018.

Nesse mesmo dia, à noite, realizámos um Plenário aberto aos trabalhadores sem local de trabalho fixo. Discutimos alguns dos pontos que mais preocupam os profissionais da região, nomeadamente a discriminação de que são alvo no valor dos salários e cachets quando trabalham em Lisboa. Com mais algumas sindicalizações realizadas, certamente que ganhámos mais braços para a consolidação do Núcleo da Região Norte.

 

E durante todo o mês, dando seguimento à campanha iniciada ainda antes da apresentação do Orçamento do Estado para 2018, foram mais de 200 os profissionais de todo o país que exigiram “Cultura acima de zero!”, vincando assim a justa necessidade de serem aumentadas as verbas destinadas à Cultura para, pelo menos, 1% do OE.  

 

1+1+1+1+1+... = Estrutura reforçada

E finalmente, a celebração da fusão, que aconteceu no dia 4, em Lisboa. Durante a tarde, o convívio, a música e várias intervenções políticas, serviram para corporizar o momento de alegria que todos vivemos no dia 15 de Maio com a fusão e o aparecimento do novo CENA-STE.

Nesta celebração, foi lançada a Campanha de Sindicalização que a par das várias iniciativas, vai dando os seus frutos: já ultrapassámos a barreira dos 100 novos associados desde a fusão.

 

Com esta nova dinâmica, e sabendo de antemão que não encontraremos facilidades mas contando com o esforço e empenho de todos os membros do Sindicato, certamente que em 2018 assistiremos a vitórias nos locais de trabalho e a conquistas que devolverão direitos e protecção social a todos os trabalhadores do sector.