ARQUIVO
Notícias
 

Argentina: Bailarinos em greve de 48h
há +197 semanas

Os bailarinos do Ballet del Centro de Conocimiento (BCC), na Argentina, decidiram-se por uma greve de 48h, que teve lugar ontem e hoje (15 e 16 de Fevereiro). Esta greve foi decidida depois de 5 bailarinos terem sido despedidos por, em Agosto de 2017, terem participado num protesto público contra a precariedade laboral e os baixos salários.

O vínculo destes bailarinos, tal como tantas vezes acontece em Portugal, é ilegal e não lhes permite ter acesso a um conjunto de direitos laborais e sociais, ficando estes trabalhadores em condições de total instabilidade e desprotecção. A posição da administração do BCC, tem sido de total desrespeito pelas condições de trabalho, mas também, como se comprova pelas razões do despedimento, de autoritarismo e comportamento anti-democrático. 

Para lá das questões contratuais e salariais, existem outras reivindicações em cima da mesa, como a garantia de condições de segurança, sendo disto exemplo paradigmático as deslocações realizadas em veículos sem seguro, facto reconhecido pela própria administração do BCC.

Os bailarinos, em prova de total unidade e solidariedade para com os 5 companheiros despedidos, afirmam: "Não vamos negociar enquanto houver colegas despedidos, não vamos abandonar nenhum trabalhador. A situação no BCC é muito séria, há bailarinos que trabalham sem seguro, que se deslocam em viaturas que não têm seguro, em situação de precariedade total, além de não serem respeitados pelos administradores do BCC."

O CENA-STE irá enviar uma nota de solidariedade para com a luta destes trabalhadores à Asociación Trabajadores del Estado, o seu sindicato, onde demonstrará que deste lado do Atlântico estamos atentos à sua luta pelo fim da precariedade, pelos aumentos salariais e pela dignidade no trabalho. Que esta acção destes trabalhadores sirva também como exemplo e fortaleça a organização e intervenção dos trabalhadores do sector em Portugal. 

Notícia da ATE