ARQUIVO
Notícias
 

Nova comunicação à direcção do Doclisboa e seus co-produtores
há 257 semanas

Depois de informados pela direcção do Doclisboa'15 de que "a política de bilheteiras" era negociada com os seus co-produtores, o CENA enviou nova comunicação àquela direcção e também às entidades co-produtoras: Culturgest, Cinema São Jorge e Cinemateca Portuguesa.

Reafirmámos a nossa convicção de que o preçário garante uma grande e justa diversidade de descontos, contemplando várias situações sociais. No entanto, continua a parecer-nos legítima e justa a criação de uma categoria de desconto para "Profissionais do espectáculo e do audiovisual". Esta categoria beneficiaria todos os trabalhadores que contribuem para que a criação artística e cultural seja possível, e portanto este tipo de eventos. E ainda mais importante, beneficiaria os trabalhadores do sector que se encontram desempregados, e que perante um injusto e desadequado sistema de inscrição nos Centros de Emprego do IEFP, muitas vezes os deixa completamente de fora do sistema de protecção no desemprego e sem forma de provar a sua condição.

Estamos certos de que a direcção do Doclisboa'15 envidou todos os esforços possíveis para que o preçário do festival fosse apelativo, e acreditamos que os co-produtores tenham tido esta preocupação, já que os valores finais estão bem abaixo dos praticados no cinema comercial. Por isso mesmo, estamos em crer que a criação desta categoria de desconto não teria um impacto financeiro relevante - por não ser exigível uma redução drástica em relação aos bilhetes normais e porque esse desconto poderia até potenciar uma maior afluência destes profissionais às diferentes sessões.

A direcção do CENA informou ainda a direcção do Doclisboa'15 que poderia continuar a contar com os nossos esforços, nesta e em futuras edições do festival, para sensibilizar os co-produtores para esta reivindicação que consideramos de inteira justiça social.