ARQUIVO
Notícias
 

Hoje é o mais negro Dia Mundial do Teatro de que há memória na democracia portuguesa.
há +298 semanas

A PLATEIA e o CENA reuniram-se no Dia Mundial do Teatro para discutir a atual situação das artes cénicas em Portugal e emitiram o seguinte comunicado:

Hoje é o mais negro Dia Mundial do Teatro de que há memória na democracia portuguesa.

Nos últimos anos tem-se assistido a uma política de desvalorização da cultura enquanto bem público, desorçamentando-a de modo desproporcional e colocando em causa a sua acessibilidade e diversidade, facto agravado pelo atual governo. E infelizmente não se trata de uma má vontade particular para com o sector mas antes parte de uma estratégia concertada de ataque ao Estado Social.

E a situação que parecia não ter como piorar, piorou efetivamente com a indigitação de Jorge Barreto Xavier como Secretário de Estado da Cultura. Porque a partir dessa altura a esta desorçamentação – contrária às recomendações vindas do seio da própria União Europeia – vieram juntar-se diversas barbaridades:

A abertura do concurso de apoio às artes com um atraso nunca antes visto e que desde logo colocava em causa a continuidade da atividade do setor; 

A flagrante e arbitrária violação dos princípios legais, com o SEC a alterar um quadro normativo sem ouvir os representantes do setor, nem possibilitar qualquer tipo de discussão;

A burocratização absurda dos procedimentos concursais, que excluíram, em grande medida, as gerações mais jovens dos apoios pontuais;

O desmantelamento do financiamento direto à criação artística, modelo que até aqui garantia a diversidade estética e política.

A conclusão (ainda adiada) dos resultados com um atraso nunca visto, forçando de modo vergonhoso os agentes a prestar serviço público sem qualquer comparticipação do Estado;

E o extermínio anunciado, para os próximos dias, de mais de metade das estruturas em atividade (sendo o Porto um exemplo paradigmático).

Ao invés de se criarem condições sociais e laborais para os profissionais das artes cénicas, perspectiva-se um grande aumento de desemprego e falta de trabalho, ficando muitos sem meios de subsistência. Este profissionais não contarão para as estatísticas de desemprego dado que na sua grande maioria sempre foram trabalhadores precários a recibo verde.

Este ano temos poucas razões para celebrar, será que para o ano teremos algumas? Apenas fica a certeza de que não deixaremos cair no esquecimento os nomes de todos aqueles que, mandatados como representantes dos portugueses, arrastaram a cultura para uma situação tão catastrófica.

Porto, 27 de Março de 2013

CENA – Sindicato dos Músicos, dos Profissionais do Espectáculo e do Audiovisual

PLATEIA – Associação dos Profissionais das Artes Cénicas

 

27 Março - Dia Mundial do Teatro
há +298 semanas

"... É, portanto, urgente livrar as nossas cidades dos fabricantes de teatro, como fazemos com as almas indesejadas”.


Excerto de carta do cardeal Carlo Borromeo (sec. XVI)citada por Dario Fo na sua mensagem do Dia Mundial do Teatro 2013

 

A PLATEIA, associação de profissionais das artes cénicas e o CENA - Sindicato dos músicos, dos profissionais do espectáculo e do audiovisual, têm o desejo íntimo de o festejar. Mas aquela frase do sec. XVI, tem aguda actualidade nas acções de novos intérpretes da gestão política local e nacional. Teatros sem fundos para programação, financiamento à criação/produção cortados pela metade e com insustentáveis atrasos na decisão, ausência do teatro nos curricula do ensino obrigatório...
Há reflexões a partilhar, denúncias a fazer. Pelo Teatro!

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA Plateia e Cena
com Margarida Barata, Mário Moutinho, Carlos Costa e Julieta Guimarães

27 de Março - 18H
Academia Contemporânea Espectáculo
Praça Coronel Pacheco 1,
4050-453 Porto, Portugal